Abrace seu cachorro. Agora mesmo.

Por Alexandre Inagakiquarta-feira, 25 de outubro de 2006

Futurama é um de meus desenhos prediletos. Criado por Matt “Simpsons” Groening e David X. Cohen, narra a história de Philip J. Fry, um entregador de pizzas que acidentalmente fica preso em uma cápsula criogênica na noite de 31 de dezembro de 1999. Fry só é descongelado mil anos depois, e a série, ao melhor estilo de obras sci-fi como o genial Guia do Mochileiro das Galáxias, retrata as desventuras de um homem do século XX perdido no ano 3.000. No universo do século XXXI, humanos convivem naturalmente com robôs e extraterrestres e locomovem-se através de naves e tubos pneumáticos. O planeta Terra faz parte de uma organização intitulada Ordem Democrática dos Planetas, fundada após a Segunda Guerra Galáctica ocorrida em 2945, ao lado de membros como Tarantulon 6, Cineplex 14 (o planeta dos cinemas), Sicily 8 (onde vivem os mafiosos) e Omicron Persei VIII (lar dos omicronianos, alienígenas que, à semelhança dos klingons de Star Trek, vivem em conflito com os humanos, apesar de acompanharem atentamente reprises da série Friends).

Pois bem: até que surjam provas em contrário, pertence a Futurama, mais especificamente ao episódio Jurassic Bark, da quarta temporada, o posto de desenho animado mais triste de todos os tempos. Neste episódio, Fry encontra os restos fossilizados de seu cachorro Seymour. Pouco antes de ser acidentalmente congelado, Fry havia pedido para que Seymour, que sempre o acompanhava, o aguardasse em frente à pizzaria em que trabalhava. Ele jamais voltou, mas seu cachorro permaneceu esperando, fiel à última ordem recebida.

No trecho final do episódio, Seymour está prestes a ser clonado. Porém, Fry descobre que seu cão, que ele conhecera com três anos de idade, viveu por mais 12 anos antes de morrer. Equivocadamente Fry pensa que seu cachorro o esquecera, e chega à dolorida conclusão de que, se Seymour foi capaz de seguir em frente, ele também deveria fazer o mesmo. E assim, interrompe o processo de clonagem. Porém…

* * * * *

P.S. 1: Este episódio de Futurama foi inspirado nas histórias reais de três cachorros que mantiveram-se fiéis a seus donos até a morte: Bobby, Hachiko e Old Shep.

P.S. 2: Clique aqui para visualizar o gif animado de Seymour. Mas, antes, prepare uma caixa de Kleenex e o soro caseiro… Ah, e pena que a Fox manda apagar todos os vídeos de Futurama que são postados no YouTube. :’(

P.S. 3: Preciso fazer um agradecimento público à leitora ou leitor que visitou minha lista de desejos no Submarino e, generosamente, me presenteou com um box de DVDs da série de animação Aeon Flux. O único problema é que os DVDs vieram sem cartão e não sei a quem agradecer…

Pense Nisso!
Alexandre Inagaki

Alexandre Inagaki é jornalista, consultor de projetos de comunicação digital, japaraguaio, cínico cênico, poeta bissexto, air drummer, fã de Cortázar, Cabral, Mizoguchi, Gaiman e Hitchcock, torcedor do Guarani Futebol Clube, leonino e futuro fundador do Clube dos Procrastinadores Anônimos, não necessariamente nesta ordem.

Categorias:

Comentários do Facebook

Comentários do Blog

  • Pingback: Comerciais tailandeses sempre fazem a gente chorar - Pensar Enlouquece, Pense Nisso

  • Pingback: Dê seu coração a um cachorro, e ele lhe dará o dele - Pensar Enlouquece, Pense Nisso

  • ricardo rtp209

    episodio phodas mesmo!! tem tambem akele do irmao do fry eo trevo de 4 folhas..

  • http://www.facebook.com/mariele.kuster Mariele Tesche Küster

    Alguém sabe qual o nome desta música que toca no final do vídeo?

  • Pingback: Carrinhos e bonecas são brinquedos, cachorros não « Eduardo Junior Weblog

  • Didi

    eu me lembro bem deste texto… e da primeira ve que o li…

  • Pingback: Carrinhos e bonecas são brinquedos, cachorros não | Pensar Enlouquece, Pense NissoPensar Enlouquece, Pense Nisso

  • http://www.ganhardinheiro-rendaextra.com/nanuni-kokoritu-a-historia Nanuni Kokoritu

    Futurama é fogo. Saudades desse desenho. Já votei em seu video. Valew!

  • http://www.cartoonnetwork gustavo

    meu filhote fica chorando

  • Arthur

    Não diria donos de nada, dizer de objetos eu achu muito errado, quando você joga baralho não tem uma carta que sempre vem pra te salvar? Jogando war não tem aquele dado que te trás sorte? É a teoria de tudo e de todos, tudo tem seus “sentimentos” e vontades.
    Aproveitando, queria perguntar se vocês sabem daquele episódio do futurama que vocês falaram lá encima, do trevo e sete folhas do Fry, a musica do final que eles tocaram da banda que ele esconde o trevo, não consegui pegar o nome. Alguém sabe?
    Arthur, a música que toca no final do episódio The Luck of the Fryrish é “Don’t You (Forget About Me)”, dos Simple Minds.

  • Armando

    Vote e concorra a … ?
    Fiquei triste. Mesmo.
    Quem lê, vota. Não tinha percebido?
    Hmm. É mesmo? Então devo subentender que ganhei seu voto?

  • http://www.youtube.com/profile_favorites?user=fireflie7 Mariana Franhan

    Caro Alexandre,
    Visito seu blog desde que houve uma indicação num matéria da Revista Época, se não me engano.
    Esse trecho de Futurama é muito comovente; não aguento cenas assim.
    Quanto ao comentário do Alexandre Nagano sobre o filme Grave of Fireflies ou Hotaru no Haka.
    Soube da história do filme por meu namorado e achei o filme no You Tube, fragmentado em nove partes.
    Se tiver tempo para assistir, o link tá como na minha URL, que são os meus favoritos na minha conta do You Tube.
    http://www.youtube.com/profile_favorites?user=fireflie7
    mas está aí novamente.
    É muito triste e bonito.
    Espero que goste. =)
    Ô Mariana, obrigado pelo link! E pelas leituras. :)

  • Alexandre Nagano

    Oi Alexandre.
    Sim, é de animação e apesar de ser originário do mesmo estúdio que produziu “A Viagem e Chihiro” o diretor não foi o consagrado Miyazaki.
    Algo que posso dizer sobre assistir a este filme é que foi uma experiência dolorosa, pelo menos para mim, mas eu sabia que havia acabado de ver uma obra-prima, um filme realmente especial.
    Não conheço a sua opinião sobre os críticos de cinema mas você pode ler um artigo de Roger Ebert em:
    http://rogerebert.suntimes.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20000319/REVIEWS08/3190301/1023
    Abraços.
    Valeu pela dica, xará, e pelo link para o texto do Ebert. Correrei atrás do filme. Um abraço!

  • Alexandre Nagano

    Olá Alexandre.
    Registrei meu voto e, independentemente dos resultados, seu blog merece estar entre os melhores.
    Quanto ao episódio de Futurama, ele é otimo, realmente, mas quanto a ser o mais triste, você já assistiu a um certo filme do Studio Ghibli chamado “Grave of the Fireflies”?
    Abraços e muito sucesso.
    Valeu, xará! E, olhe, eu desconheço o filme citado por você. É de animação?

  • Bia

    Eu votei em você!!
    Ôpa, obrigado por colaborar com minha causa! :D

  • http://vbeatriz.zip.net Vania Beatriz

    Taí um voto que eu dei , sem dúvidas e sem medo de errar.
    Um não, dois: o seu e o da minha conterranêa Alcinea, o único em português no páreo dos Repórteres sem Fronteiras.
    Merde pour les deux!
    Obrigado pelo voto de confiança, Vania. :) E, hey, estou feliz em ver que o blog da Alcinea está em primeiro lugar na votação popular.

  • http://www.beingboring.blogger.com.br Marcia Midori

    Tentei, mas não consegui segurar as lágrimas. Lindo episódio!
    Já leu “Marley e eu – a vida e o amor ao lado do pior cão do mundo” ? No final do livro eu soluçava tanto que tive que desistir de ler no metrô, estava passando vergonha.
    Ah, pode contar sempre com meu voto. Sou uma fiel eleitora !
    Valeu, Marcia! Ainda não conhecia esse livro.

  • http://www.amenidadesebobajadas.blogspot.com Daniel F. Silva

    Assistia esse desenho quando passava na Record. A dublagem não era das melhores, mas o roteiro era excelente. Pena que passou na TV aberta durante pouco tempo.

  • http://www.bricabraque.com/blog/ Elesbão

    Esse episódio acaba comigo. Sempre.

  • Márcio

    tem um site com todos os episódios http://www.vlb2.kit.net/futurama.htm

  • Leticia Santos

    Inagaki, adoro seus comentários, concordo com a grande maioria e fico feliz por você estar sendo indicado. Você merece!!! Já passei lá e dei meu voto!! Agora é só torcer pra correr pro abraço!!!
    Beijos, Le
    Obrigado pelo voto, Leticia. Um beijabraço procê!

  • http://www.condbarral.blogspot.com CANTABILE

    Oi Alexandre, visito seu espaço com freqüência . tomei coragem e resolvi entrar no ar.
    Aguardo sua visita.
    bj
    http://www.condbarral.blogspot.com

  • http://prefabricado.blogspot.com marcos

    Não sei em que mundo estou vivendo, nunca tinha ouvido falar deste desenho.
    Ainda há tempo para você recuperar o atraso, Marcos. Aliás, se seu inglês estiver afiado, você pode assistir a vários episódios de Futurama online.

  • http://decarapralua.zip.net Susan

    Inagaki, parabéns pela indicação. Ela foi pra lá de merecida. Já fui lá e deixei meu voto e comentário.
    Bjs.
    Susan
    Obrigado, Susan. É gratificante receber voto de alguém cujos textos admiro. :)

  • http://www.patriafc.blogspot.com Bruno Ribeiro

    Grande Inagaki.
    Hoje recomendei o seu blog no meu e publiquei o mesmo vídeo do Futurama. Um post dedicado à fidelidade canina.
    Era o que eu estava precisando para ver sentido em alguma coisa. Essa semana foi do cão. Sem trocadilhos, por favor.
    Abraço grande!

  • Gustavo

    assisti três vezes. chorei três vezes.

  • http://baiano.wordpress.com André Julião

    Votei, inclusive nos seus indicados. Vc já fez um blogueiro fora do mainstream feliz, era o mínimo que eu podia fazer.
    Valeu, André! O outro blogueiro fora do mainstream aqui agradece a força!

  • http://www.doceshop.com.br/blog Roberto Machado

    Oi Alexandre. O pareo está duro lá em meu filho. Já votei e estou torcendo por você, mas as garotas que dizem ni estão gritando ni. :-) Um abraço.
    Obrigado pelo voto, Roberto. Quanto ao páreo, eu já imaginava que não ganharia essa votação, diante da qualidade da concorrência (Garotas que Dizem Ni e Luis Nassif, diga-se de passagem, têm méritos de sobra para aparecerem nos primeiros lugares). Penso até que meu blog está numa boa colocação, levando-se em conta o fato de que não está abrigado em nenhum grande portal. []‘s!

  • http://oespiritodaideia.blogspot.com Neto

    Salve Ina!
    Não acompanhei o Futurama, mas ouvi falar muitas vezes sobre esses episódios.
    Quanto à votar no seu blog… Não se preocupe. Eu acompanho há bastante tempo, e sempre o achei digno de nota. :-)
    Abraços

  • http://literaticeseroticas.blogspot.com Beth Vieira

    Depois de cinco minutos chorando, consegui parar e resolvi escrever este comment. Cheguei aqui pelo LLL. Eu adoro Futurama, mas faço parte da massa de excluídos que não tem TV a cabo, daí só vejo os episódios “de vez em quandalmente” na casa de alguém, não tinha visto esse e me emocionei. Valeu pelo post!

  • http://www.fiapodejaca.com.br Tuca Hernandes

    Gosto desses desses desenhos anárquicos. Mas, misteriosamente, nunca tive paciência pra conhecer o Futurama, dispondo meia hora de minha vida pra ver um episódio inteiro. Com esse post, talvez me anime a mudar esse quadro.
    Ao ver essas histórias de cachorro fiel até o fim, sempre me lembro do final daquele romance do Machado de Assis, Quincas Borba, onde o protagonista (Rubião) morre solitário e louco, acompanhado apenas pelo cão que ele tanto rejeitara na sanidade e fortuna. Penso nisso também ao ver na rua esses mendigos reverenciados por seus cães, que não param de abanar o rabo sarnento enquanto seguem o dono. De alguma forma, é bonito sim. Bastante.

  • http://universonatalenses.blogspot.com Davi Gustavo

    Muito triste mesmo! Não entendo por que cachorrinhos são sempre tão comoventes.. enfim! Muito bom! Seu blog tá linkado no meu! Parabéns!

  • Rich

    Outro episódio absurdamente genial e emocionante de Futurama é The Luck of the Fryrish. É incírivel como essa série vinha apresentando tantas histórias inteligentes, enquanto os Simpsons ficam cada vez mais sem graça…
    De fato, Rich. “The Luck of the Fryrish” tem um final tão emocionante quanto o de “Jurassic Bark”, além de utilizar nos créditos finais aquela música do Simple Minds, “Don’t You (Forget About Me)”, de maneira magnífica.

  • http://norelco.blogspot.com Thiago

    Grande Inagaki.
    Suas reflexões sobre o mundo pop sempre me emocionam, mesmo quando falam da nostalgia de coisas que não vivi.
    Esse então, foi de arrebentar o coração de um romântico solitário , como eu
    Lembro de um post antigo que você escreveu e falava da relação entre Charlie Brown e a menina ruiva. Putz, foi outra coisa que alterou a minha pulsação.
    Abraços, lenda viva da blogosfera
    Thiago, fico realmente grato pelos seus elogios hiperbólicos, assim como pela citação a um dos meus textos prediletos. Um abraço!

  • Isabela

    Também já fui votar. Parabéns.

    Thanks, danke, merci, Isabela!

  • El Renegado

    Olá Ina, estou votando agora mesmo, e tb fiquei emocionado com seu post.
    Forte abraço
    El Renegado
    Gracias pela força, El Renegado!

  • Marcio

    Putz, eu procurava essa música há milênios. Nem conhecia o nome Connie Francis…

  • http://feeling--good.blogspot.com/ karen

    Esse episódio é um dos mais bonitos de Futurama! Aliás, esse desenho é absurdamente bom, não sei como a Fox foi capaz de cancelar!! Tá certo que eu ouvi uns boatos de que vai sair a sexta temporada… Assim espero. :~
    Sim, os rumores são de que a Comedy Central (mesma emissora que exibe South Park) fechou um contrato para a produção de pelo menos mais 13 episódios de Futurama. Cruzemos os dedos!

  • http://luzdeluma.blogspot.com Luma

    Aí que triste!! mais triste agora que estou passando um perrengue com o meu cão!!
    Já votei, viu?? Pode votar mais de uma vez?? (rs*)
    Eu mandei o presente!! Brincadeira! (rs*) assim, sem motivo é mais gostoso!!
    Beijus
    Luma, obrigado pelo voto. E, hey, se você quiser pode me mandar um presente também, ha ha! Um beijo!

  • http://www.blogandroceu.blogspot.com JP Kobov

    Porra, triste pra cacete mesmo… perto desse, só aquele em que o Homer reencontra a mãe dele. e dá-lhe lencinho…

  • http://www.circulando.com Cláudio Rúbio

    Ei, cara, tudo o que faltava hoje pra eu abrir o berreiro era isso. Sacanagem. É fogo. A gente perde a amizade por tanta coisa tão ridícula que nem vale a pena pensar, e encontra num bichinho mais afeto, companheirismo e amizade que em muito cara que se declara “o melhor amigo”. É, senhor… Hoje tomei dois coices tão bem dados que eu tinha de encontrar pelo menos um bom motivo pra desabafar e pôr a boca no mundo. Mas o legal disso é que também serve de ânimo pra continuar. Deixar pra lá os traíras e ir brincar com a minha Princesa vira-latas e companheira. Valeu, cara!
    Abraços.
    Grande Cláudio, eu sou um otimista por natureza. Toda vez que a vida me puxou o tapete encontrei logo em seguida algum motivo para que minhas esperanças na humanidade não esmoreçam. Que assim seja. Força!

  • http://www.garotasemfio.com.br Bia Kunze

    Parabéns pela indicação no BOBs! Considere-se devidamente votado :)
    A recíproca é verdadeira. Boa sorte pra você na categoria Melhor Podcast! ;)

  • http://jccbalaperdida.blogspot.com Julio Cesar Corrêa

    Já conhcia o Futurama e tb gosto muito. Curiosamente o meu post no Bala tb fala de histórias tristes sobre cães.
    Já dei o meu voto a este blog.
    gd ab e sucesso!
    Obrigado pela força, Julio. Um abraço!

  • http://www.sedentario.org EvelRyu

    Este episódio é bem emocionante mesmo, mas acho que existe um ainda mais, trata-se do episódio em que a tripulação vai até o planeta das abelhas, planeta onde a antiga tripulação tinha morrido, na volta leela tráz um filhote da abelha rainha que acorda, ferroa e mata Fry!
    Bem a partir daí leela passa a ter alucinações, ver fry em seus sonhos, etc… e começa achar que ele está vivo em algum lugar…
    Bem se contar mais vou estragar a história, mas o final é espetacular.
    O nome do episódio é The Sting, o 9º da 5 temporada.
    Putz, esse eu ainda não assisti. Correrei atrás!

  • Pedro

    Este episódio de Futurama foi inspirado nas histórias reais de três cachorros que mantiveram-se fiéis a seus donos até a morte: Bobby, Hachiko e Old Shep.
    Não podemos nos esquecer da mais célebre história de fidelidade canina: o cão de Ulisses, na Odisséia. Argos, o cão, foi o único que reconheceu o dono, quando ele voltou da guerra de Tróia. Depois de 20 anos esperando, ele viu Ulisses e só teve forças para abanar o rabo e morrer feliz.
    Ótima lembrança, Pedro!

  • http://marcuspessoa.blogspot.com Marcus

    Realmente, muito triste a cena. E muito bonita também.
    Já li que um cachorro sente-se melhor dentro de uma caixinha minúscula, mas ao lado de seu dono, do que livre num campo enorme, mas sozinho.

  • http://gardenal.org/grilocaverna/ Cadu Simões

    Futurama é realmente muito bom. considero-no melhor até mesmo que Simpsons. O meu espisódio favorito é aquele em que o Bender fica viciado em alta-voltagem de eletricidade. Tem umas sacadas geniais neste episódio. Um outro episodio que também gosto muito é aquele que parodia a Fantástica Fábrica de Chocolates. Muito bom.
    Futurama me conquistou desde o primeiro episódio, em que surgiam gags geniais como aquela da cabine de suicídio, que dava duas opções ao incauto: “rápido e sem dor” ou “lento e horrível”. É até complicado pensar em qual seria meu episódio predileto; talvez seja aquele em que o Fry move estrelas de lugar para escrever no espaço uma declaração de amor à Leela.

  • http://netocury.com Neto Cury

    Caraca, já havia assistido a vários episódios deste desenho mas não conhecia o início da coisa toda, de ele ter sido congelado e talz…
    Já fui lá votar, fique feliz!!!
    Ganhou um box? É alguém querendo te “catar” ;)
    Abração
    Obrigado pelo voto, Neto. A casa penhorada agradece. =)

  • http://www.crisemcrise.blogspot.com Cris

    Puxa Ina, que coisa triste… Quase chorei… de verdade!
    Cães são sempre fiéis.
    E quanto ao presente sem cartão… já pensou na possibilidade de ser uma admiradora secreta?
    beijocas
    Admiradora secreta? Hmm…!

  • http://www.asimediatas.blogspot.com Cíntia Teixeira

    Puxa, haja Kleenex mesmo… eu não devia ter assistido a este vídeo durante o trabalho. Droga, vou me recompôr e já volto! (adorei, como sempre).

  • http://ikhaat.blogspot.com Bruno

    Essa cena é realmente incrível. E uma das mais tocantes já desenhadas. Linda demais.

  • http://www.literatus.blogspot.com Angel

    Uau, ganhou presente e foi de um(a) desconhecido(a)?? Que máximo! Acho que vou reabrir minha listinha de desejos again, quem sabe pro Natal me chega alguma boa surpresa??? ;))
    De resto, não se preocupe, cumprirei meu Prazer cívico, viu?
    E qto aos cachorros, estamos sincronizados de modo diferente, o meu último post em homenagem ao meu irmão, fala de cachorro tb. ;)
    bjimm querido
    angel
    Diga-se de passagem, belo post o seu, Angel. Dê meus parabéns ao seu irmão Francisco (nome bem apropriado, aliás). Um beijo!

  • http://www.aomirante.com Nelson Moraes

    You took the words right out of my mouth , cumpadi. Não só o episódio do Seymour entrou pro Olimpo dos cartoons – quem já teve e perdeu um pet sabe do que eu falo – como a série (injustamente cancelada, diga-se) já nasceu prá lá de cult. Em tempo: o robô Bender é um dos filhos da puta mais sensacionais de toda a história da animação. Grande abraço.

  • http://www.geocities.com/meucerebrodoi/ Paulo Torres

    Esse episódio me lembra muito um dos últimos grandes momentos de Simpsons, o episódio ‘Round Springfield, que mostra o último encontro da Lisa com seu ídolo musical Murphy Gengivas Sangrentas. Não é tão triste, mas é igualmente brilhante.
    Pô, eu lembro desse episódio. No final, o Murphy aparece em uma nuvem no céu ao lado do Darth Vader e do Rei Leão. :)

  • http://naminhahumildeopiniao.blogger.com.br Rafael Batata

    Concordo 100%. Já tinha visto esse episódio nas noites de [Adult Swim] e fiquei arrasado no final. Já tinha colocado esse vídeo no meu blog e vira-e-mexe assisto ele de novo, e dou um abraço no Joca.

  • Zé Carlos Cipriano

    O Matt Groening é mesmo um gênio ao inserir referências cinematográficas em seus trabalhos, sem ficar aquela coisa piegas ou mal colada, de forma gratuita. Colocar essa música do Legrand do “Guarda-chuvas do amor” nessa cena, por mais cômica que pareça, é pra ficar com vontade de chorar!
    De fato. E colocar a Connie Francis cantando “If it takes forever I will wait for you” é covardia. Michel Legrand é, com o perdão da palavra, foda. Em especial aquele tema que ele compôs para “Verão de 42″…

  • http://lelecca.blogspot.com/ LeLeQuiNhA!

    Sensacional o blog!

  • http://crisht.multiply.com Kicca

    Sobre os cachorros. Acho que eles existem para nos ensinar a amar incondicionalmente…
    Obs.: Detesto o termo “dono de” quando nos referimos a qualquer ser vivente. Somos donos de objetos, não de vidas.

Pense Nisso! Alexandre Inagaki

Alexandre Inagaki é jornalista e consultor de comunicação em mídias digitais. É japaraguaio, cínico cênico. torcedor do Guarani Futebol Clube e futuro fundador do Clube dos Procrastinadores Anônimos. Já plantou semente de feijão em algodão, criou um tamagotchi (que acabou morrendo de fome) e mantém este blog. Luta para ser considerado mais do que um rosto bonitinho e não leva a sério pessoas que falam de si mesmas na terceira pessoa.

Parceiros

Mantra

A vida é boa e cheia de possibilidades.
A vida é boa e cheia de possibilidades.
A vida é boa e cheia de possibilidades.